O mau humor na segunda-feira é garantido. Mas se teve jogo de final de campeonato no domingo e seu time de futebol perdeu, a depressão é certa no escritório.

Você sabia que a tristeza no trabalho está diretamente ligado ao resultado do seu time de futebol? pelo menos é o que a ciência indica.

No Brasil, domingo é sinônimo de futebol. Já é tradição. Assim como na Grécia, local onde os estudos foram realizados.

time de futebol

Os autores do estudo, da Universidade de Tessalônica, recrutaram 41 participantes de todo o país em um quartel do exército, em um local específico do país.

Essa escolha, automaticamente, facilitou a diversidade de locais de origem dos participantes e, consequentemente, a diversidade de times pelos quais eles torciam.

Como foi feito o estudo do comportamento de funcionários sobre o desempenho do time de futebol

Cada participante recebeu um diário que deveria ser preenchido toda segunda-feira, durante um mês. O único requisito era: todos os participantes deveriam acompanhar os jogos do seu time favorito, seja no estádio, na TV ou no rádio.

Nesse diário, os participantes deveriam avaliar o desempenho do seu time no dia anterior, assinalando o quanto concordavam com a frase “estou satisfeito com o resultado do meu time“.

Depois disso, eles tinham que definir como estavam se sentindo pela manhã e quais eram suas sensações, selecionando palavras como entusiasmado, alerta e inspirado ou o oposto, como chateado, irritado e nervoso.

Durante a tarde, depois de terminar o dia de trabalho, os participantes deveriam descrever a sua performance no trabalho durante a segundona, com base no empenho e na sensação de realização.

Como aumentar a produtividade
e a qualidade do trabalho com 9 dicas poderosas

E qual foi o resultado do estudo?

O resultado veio para favorecer todos os homens (eu, inclusive) que passam as segundas putos, com ódio do juíz, da mãe do juíz, dos adversários e dos pernas-de-pau do nosso time, que ganham milhões para não jogarem nada.

Quando o time joga mal no dia anterior, os participantes sentiam desde fraqueza até falta de foco no trabalho e voltavam para casa com a sensação de que não conseguiram cumprir nada do que era necessário para aquele dia.

Porém, o tipo de avaliação não era simplista: não se tratava apenas de ganhar ou perder.

Quando o time ganhava, mas o torcedor avaliava mal o jogo (o que os pesquisadores chamaram de vitória insatisfatória), o futebol continuava a potencializar o desânimo da segunda-feira.

Espetáculo futebolístico:
conheça agora os 10 melhores estádios de futebol do mundo

Gol nos 47 do segundo tempo e o time de futebol ainda causa reações negativas

A pior parte é que resultados positivos não causavam sensações positivas no dia seguinte.

Quando o time ia bem, os participantes não se sentiam mais inspirados ou entusiasmados com o desempenho do time de futebol.

Isso acontece porque, segundo estudos anteriores, as emoções positivas duram menos tempo que as negativas.

time de futebol

A alegria do gol terminava assim que a torcida voltava para casa, não sendo capaz de estimular o torcedor cerca de 24 horas depois. A vida é difícil mesmo, rapaz.

O que esperar do seu time de futebol para não sofrer (tanto) na segunda-feira

A conclusão dos pesquisadores, especialistas em psicologia organizacional, é que os gestores que têm funcionários muito fãs de futebol deveriam levar em consideração essa variação de humor e tentar propor, na segunda, tarefas que ajudem a distrair o empregado de suas preocupações futebolísticas.

Com certeza, esses pesquisadores não moram no Brasil porque aqui a realidade nas corporações e empresas é outra bem diferente.

Será que vai colar com o seu chefe? Manda o link do nosso post pra ele e espere para ver o resultado… na pior das hipóteses, ele vai dar boas risadas. 😉

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of