Nós, homens, conhecemos pouco sobre o maravilhoso universo do corpo feminino. E isso é uma falha nossa, pois, pela falta de conhecimento, alimentamos boatos que são fisiologicamente impossíveis de serem reais. E vários desses boatos estão relacionados à vagina apertada.

vagina apertada

O post de hoje tem como intuito esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto, e, ainda, nos colocar à disposição, nos comentários, para responder perguntas, caso tenha restado alguma dúvida que não mencionamos aqui.

Vagina apertada demais pode ser falta de estímulo

A vagina tem entre 8cm e 10cm de profundidade, que alcançam até 16cm quando a garota está excitada. É um órgão extremamente elástico e que foi projetado para acomodar praticamente todos os tamanhos de pênis, tanto em espessura como em comprimento.

Ela foi projetada, inclusive, para que um bebê passe por ela. Ou seja: a não ser que seu instrumento seja superior ao tamanho de um bebê, não tem muito o que se preocupar.

A vagina apertada demais pode ser sinal de que a gata não está totalmente excitada ainda. Se tiver dificuldades para entrar, capriche no sexo oral (e ainda faz bem para a sua saúde). E claro, não deixe de lado nossas técnicas infalíveis de masturbação feminina.

Saiba mais sobre vaginismo

Vaginismo é a contração involuntária dos músculos próximos à vagina que impedem a penetração pelo pênis, dedo, ou espéculo ginecológico ou mesmo um tampão. A mulher não consegue controlar o movimento de contração, apesar de até querer o ato sexual. A constância da vagina apertada pode ser um sintoma de vaginismo. 

Há intenso sofrimento envolvido. Também podem aparecer sinais de pânico, como náuseas, suor excessivo e falta de ar quando a pessoa tenta enfrentar este medo, aproximando-se de seu parceiro. Mesmo desejando um contato sexual, há falta completa de controle de suas reações físicas.

É frequente nos depararmos com casais que não expõem esse tipo de problema, o que acaba levando a sentimentos de raiva, culpa, frustração, rejeição e distanciamento entre o casal.

Alguns estudos mostram que menos de 30% das pacientes com sintomas do vaginismo se consultam por esse problema. Por isso, sua incidência é muito difícil de estimar, mas pode ocorrer em cerca de 5% a 17% das queixas.

vagina apertada

As causas do vaginismo ainda não são bem conhecidas e, provavelmente, vem de fatores múltiplos. Pode estar ligado a uma experiência negativa real ou imaginária. Independentemente da causa, ela funciona como um ciclo: medo da dor, ansiedade, contração e dor.

Se for você identificou o caso, sugira que sua parceira procure uma terapeuta sexual. A profissional será capaz de resolver o problema.

É verdade que a vagina fica mais apertada após um longo período sem sexo?

Essa é uma ideia que muitos de nós temos a respeito das vaginas das moças. Ouvimos por aí que a mulher pode “se tornar virgem” novamente após um longo período sem transar. Que ela fica mais apertada que o normal quando passa muito tempo sem receber uma visita.

Mas, será que esse boato é verdadeiro?

A revista Women’s Health entrevistou uma especialista na saúde feminina, Jennifer Wider, para descobrir a verdade sobre esse mistério. E ela foi categórica ao dizer que não, isso não é verdade, a informação não passa de um mito.

Segundo ela, muitas pessoas presumem que uma mulher que faz mais sexo tem a vagina mais larga do que aquelas que transam com menos frequência, mas esse fato não procede. Não tem nenhuma afirmação científica que confirme essa concepção.

vagina apertada

Ela explica que nada muda se a mulher passa muito tempo sem sexo porque os músculos da vagina são elásticos e se contraem e voltam ao normal logo após uma relação íntima.

As únicas mudanças que a mulher pode notar no formato do órgão são em dois períodos distintos: após parto normal e com o avanço da idade.

Ainda segundo a especialista, alguns estudos indicam que a vagina muda de forma depois que a mulher dá à luz, mas que ela volta ao normal depois de, no máximo, seis meses.

E, quando a mulher fica mais velha e apresenta redução hormonal, as paredes do órgão ficam mais finas, o que pode fazer com que os músculos fiquem mais relaxados do que o normal.

A pressão pela vagina apertada

É óbvio que uma vagina apertada pode ser extremamente prazeroso. A sensação do nosso amigão sentindo todas “paredes” lá de dentro, aconchegado e satisfeito, é algo que vale a pena experimentar.

Porém, essa preferência acaba causando uma grande cobrança no público feminino. Elas acham que não são boas o suficiente se não tiverem a vagina apertada o suficiente. E nós sabemos bem que isso não é verdade.

vagina apertada

Sua vagina está bem do jeito que está. É gostosa e nós adoramos penetrá-la, independente do seu grau de, digamos, apertamento.

Algumas pessoas mais extremistas dizem que a preferência pela vagina apertada tem ligação com pedofilia. Nós não concordamos com isso, não vamos tão longe.

A sensação é apenas aconchegante. E, além disso, por muito tempo, a geração de homens anterior a nossa associava uma vagina “mais larga” a uma mulher que transava muito.

E, logo, era considerada inferior, depravada, vadia, e todo aquele arsenal de características depreciativas normalmente atribuído às mulheres que fazem o que querem fazer, quando tem vontade de fazer.

Nós, do Macho de Verdade, somos absolutamente contra esse tipo de posicionamento. Cercar nossas mulheres de uma castidade angelical é ser retrógrado e antiquado.

Não é segredo nem para você e nem para ninguém que as mulheres transam tanto quanto os homens. Pra que ainda nutrir preconceitos que só atrapalham a nossa vida?

Quanto mais livres e abertas sexualmente forem as mulheres, mais nós ganhamos com isso. Mais interessantes serão as transas, maior será o nível de intimidade e de abertura para tentar coisas diferentes, melhor será o diálogo sobre sexo, maior será a frequência sexual de vocês.

Porque afinal, elas não estarão preocupadas se vão alargar suas vaginas se transarem demais. E nem deveriam.

Uma opção: o pompoarismo

Uma alternativa saudável para tonificar a musculatura e deixar a vagina apertada é o pompoarismo. Basicamente, o pompoarismo é uma prática de exercícios vaginais, baseados no controle da contração e do relaxamento dos músculos vaginais.

Tem benefícios físicos, pois protege da flacidez vaginal, causada pelo envelhecimento ou gestações, e previne doenças como incontinência urinária e cólicas.

Se você achar interessante, compartilhe essa ideia com sua parceira.

vagina apertada

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of