Descubra como fazer a troca de casais funcionar no seu relacionamento

0
2324

Você, leitor do Macho de Verdade, já sabe como funcionam as casas de swing, locais onde ocorrem as famosas troca de casais. Mas, não confunda: nem toda troca de casais precisa ser, necessariamente, em uma casa de swing.

Fizemos um artigo super completo sobre a prática de swing e as regras de funcionamento das casas especializadas. Se você ainda não conferiu, clique aqui e entenda mais sobre o que estamos falando.

troca de casais

Hoje, nosso foco são as possibilidades mais “informais” de troca de casais, que podem ocorrer entre amigos, conhecidos ou grupos de pessoas com interesses semelhantes.

Achou a ideia estranha? Vem descobrir um novo universo de possibilidades!

Vizinhos com Benefícios: o reality show de troca de casais

Um bom exemplo de como a troca de casais pode acontecer de forma despretensiosa é o reality show Vizinhos com Benefícios. Exibido pela canal fechado A&E, ele aborda a prática da troca de casais de forma bem provocativa.

E, nesse contexto específico, os praticantes têm uma particularidade bem especial: todos eles são vizinhos.

O programa retrata a rotina de casais que, além de compartilharem as mesmas festas de swing, ainda moram no mesmo bairro. São pessoas comuns, mães e pais, que mantém casamentos liberais. Porém, não se engane: ser liberal não significa que não tem regras. Muito pelo contrário. 

troca de casais

A prática de troca de casais é repleta de regras rígidas e códigos de conduta e, se você não concordar, não pode participar. 

A ideia do reality é mostrar a verdade nua e crua da vida dos praticantes da troca de casais. O prazer, o ciúme, as discussões, as inseguranças e os envolvimentos fora do casamento são retratados de maneira bem realista. 

Voyeurismo, exibicionismo e masturbação são fatores essenciais compartilhados no mundo da troca de casais. E, vamos combinar, em diferentes graus, todos os casais são atraídos para situações em que esses três elementos estão envolvidos. Não é verdade? 

Ficou curioso? Os episódios do reality podem ser facilmente encontrados na internet. É uma boa pedida assistir ao lado da parceira!

Dessa forma, você introduz o assunto de forma despretensiosa e descobre o que ela pensa a respeito. Já imaginou uma troca de casais entre vocês e os seus vizinhos? 

E no Brasil? 

Segundo uma pesquisa pesquisa realizada pelo site de relacionamentos SexLog, 28% dos brasileiros tem o swing como um estilo de vida. Para chegar a esse resultado, 25 mil pessoas foram entrevistadas.

Outro estudo aponta que São Paulo é a cidade do país com mais festas de swing, seguida do Rio de Janeiro e Recife (PE).

Como fazer a troca de casais funcionar na vida real

Antes de mais nada, a primeira pergunta deve ser: você e sua parceira realmente estão prontos para a prática de troca de casais? É bem provável que você esteja, mas é importante saber se a gata está na mesma frequência.

troca de casais

Essa não deve ser uma decisão tomada levianamente e nem de maneira individual. Pense em pessoas se envolvendo na relação de vocês. Há maturidade o suficiente para lidar com isso? Pense e repense quantas vezes for necessário antes de tentar.

Se a resposta for positiva, nós separamos 4 dicas espertas para facilitar o trajeto. Confere aí! 

#4 – Limites

Como já dissemos antes, os limites devem ser muito bem planejados. Assim que vocês toparem essa aventura, conversem sobre os limites. Avalie até que ponto vocês poderão chegar durante a fantasia, quais serão os limites impostos um ao outro, o que será liberado, o que será expressamente proibido, etc.

Às vezes, sua mulher não vai aceitar que você penetre outra mulher. Ou talvez você não queira que sua mulher faça sexo oral em outros homens, por exemplo. Não tem problema: o que importa mesmo é vocês estarem com as expectativas e os limites bem alinhados. Dessa forma, todo mundo sai feliz.

#3 – Quem vai ser o casal?

Brincamos com a possibilidade de fazer troca de casais com os vizinhos, mas, na prática, o indicado é não fazer com pessoas conhecidas. Quando as pessoas envolvidas são mais próximas, as probabilidades dos ciúmes aflorarem são maiores.

Além disso, se as coisas não derem certo, você ainda compromete uma amizade. Procure nas redes sociais pessoas que demonstrem interesse pelo swing, experimente casas de swing e aplicativos especializados. Aos poucos, vocês conhecerão casais que também são adeptos à prática.

#2 – Sempre divida as atenções

Você conhece as mulheres. Por mais liberais que elas possam ser, ver o seu parceiro dando mais atenção a outra mulher é capaz de tirar qualquer uma do sério.

troca de casais

É claro que a ideia da troca de casais é curtir os dois lados nas mesmas proporções. Mas, se for para curtir uma delas a mais, faça isso com a sua mulher. Não se esqueça disso.

#1- Não faça comparações

Não é legal fazer comparações ou comentários sobre a performance sexual dos casais envolvidos. É claro que vocês vão conversar sobre o ocorrido, mas tome cuidado para não exaltar demais a outra mulher e acabar deixando sua parceira chateada.

Tenha consciência de que fazer isso pode acabar arruinando suas chances de fazer uma troca de casais novamente. Entenda que isso é algo ofensivo e humilhante. Afinal, se coloque no lugar dela: imagina se a gata não parar de comparar o tamanho do seu pau com o do outro cara que vocês transaram? Desnecessário, né?

Essas foram as nossas dicas para te ajudar a esquentar as coisas entre quatro paredes com a prática de troca de casais. Curtiu? Então, compartilhe o post nas redes sociais! 😉

troca de casais

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of