Para alguns homens que possuem a síndrome pós-orgasmo, o ápice da experiência sexual que todos queremos sentir, pode não ser tão prazeroso assim. A doença afeta, exclusivamente, homens e seus sintomas são semelhantes aos da gripe:

  • Cansaço excessivo;
  • Dores musculares generalizadas;
  • Coceira nos olhos;
  • Coriza;
  • Sensação de febre;
  • Garganta inflamada;
  • Dor de cabeça.

O neuropsiquiatra holandês Marcel Waldinger, da Universidade de Utrecht, identificou a síndrome pós-orgasmo em 2002 e até hoje, o cientista conseguiu encontrar pouco mais de 200 homens que sofrem desta síndrome. Porém Waldinger afirma que a doença pode ser mais comum do que os números indicam.

síndrome pós-orgasmo

A maioria dos homens não se sentem confortáveis em falar sobre o problema por causa da vergonha e do desconforto que os sintomas causam. Outros sequer sabem que têm a doença.

Causas da Síndrome Pós-orgasmo

Os cientistas identificaram diversas possíveis causas, de uma possível alergia ao próprio sêmen a um distúrbio neurobiológico. Alguns homens,  enfrentam o transtorno durante toda a vida adulta, o chamado “síndrome pós-orgasmo primário”.

Nos casos de  “síndrome pós-orgasmo adquirido”, a doença se desenvolve com o passar dos anos.

Essa descoberta levou Waldinger a acreditar que o problema pudesse ter uma base psicológica e um novo estudo foi feito com 45 homens que sofrem da doença. A partir dos resultados, surgiram novas teorias para explicar a origem do transtorno.

síndrome pós-orgasmo

Basicamente, dois cientistas se manifestaram com novas teorias, Marcel Waldinger e Barry Komisaruk. Para Waldinger a doença está ligada a uma disfunção da glândula pituitária e também à deficiência de testosterona.

Para Komisaruk, dos EUA, a causa da doença está ligada ao nervo vago ou pneumogástrico, um nervo craniano que envia impulsos para quase todos os órgãos. O cientista especializado em respostas neuronais a estímulos sexuais afirma que, nos casos de homens que sofrem com a síndrome, este nervo poderia estar atrofiado.

Tratamento em desenvolvimento para a
Síndrome Pós-orgasmo

As variações de sintomas de um paciente para outro faz com que o desenvolvimento de um tratamento único seja muito difícil, entretanto, os homens que sofrem com a doença pós-orgásmica participam de um fórum para compartilhar suas experiências, o Fórum POIS Center, e falar sobre truques para tentar driblar os sintomas.

síndrome pós-orgasmo

Porém, a má notícia é que, até o momento, a única medida que realmente parece funcionar é a abstinência sexual. Como os pesquisadores ainda não sabem qual a causa do problema, é complicado o desenvolvimento de um remédio.

Os usuários do Fórum afirmam que é extremamente importante divulgar mais a doença.

Com mais pessoas falando sobre a síndrome e conhecendo a doença, maiores serão as chances de se encontrar uma cura.

Faça sua parte e compartilhe esse matéria para que outros homens que conscientizem sobre a doença.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of