Gostou do artigo?

Por que será que ainda nos dias de hoje é tão difícil falar sobre sexo? Seria constrangimento ou vergonha? Talvez! Ignorância ou falta de vocabulário? Provavelmente. Medo? Também faz parte!

bagagem sexual

Bom, para a maioria das pessoas é uma combinação de tudo isso. Mas existe algo que torna a conversa a respeito do sexo ainda mais difícil: as próprias pessoas!

Você não é o único ser do planeta que precisa lidar com medo, vergonha, além de outros sentimentos que podem afobar um pouco mais seu psicológico.

Afinal, toda a humanidade está lutando em prol das mesmas coisas que nós, mas também interpretando certas coisas com uma visão mais inteligente do que outras.

Mas convenhamos… quando um grupo de pessoas se reúne para falar sobre sexo, muitas delas não só ficam confusas, como também fazem muito barulho, muitas vezes apenas para serem notadas por outras.

Mas um assunto que acaba incomodando muitos homens diz respeito à bagagem sexual que suas recentes parceiras tiveram em vida, e muitos desses homens simplesmente não conseguem aceitar a ideia e o fato de que suas parceiras já se relacionaram com outros homens.

Vamos falar um pouco mais sobre isso?

Por que a bagagem sexual é tão importante para uns?

Pensar em sexo, muitas vezes pode ser algo até mesmo sufocante para muitos homens, principalmente porque homem pensa em sexo 24 horas por dia, mas e quando ele pensa e não pode ou tem vergonha de exprimir suas ideias ou até mesmo falar sobre a sexualidade da parceira e o comportamento sexual que já fez parte da vida dela? Difícil, hein?

Quando o parceiro costuma tocar nesse assunto com a mulher, muitas vezes a conversa acaba terminando antes mesmo de começar ou antes de conseguirem uma resposta convincente delas.

Por isso, decidimos apontar alguns pontos interessantes e que você precisa seguir e entender para conseguir lidar com a bagagem sexual de sua parceira.

#1 – Todo ser humano carrega uma bagagem sexual

O primeiro erro de muitos homens é pensar que suas atuais parceiras já tiveram relações sexuais com outros homens (melhor do que estão tendo com eles).

Sem contar o fato de que muitos perdem horas imaginando que o pênis desses outros homens são maiores, melhores ou mais potentes, fazendo crescer ainda mais uma espécie de “frustração sexual” que nem mesmo deveria existir.

Se você começar com esse papo de que se sente menos desejado, ficar fazendo suposições neurótica o tempo todo ou acreditando que sua parceira prefere estar com outro que não seja você…meu amigo, pare!

Você pode estar entrando em um caminho sem volta e que poderá destruir seu relacionamento.

Tudo que você precisa aprender a partir de hoje é que esse tipo de preocupação sexual às vezes precisa ser partilhado através de um bom diálogo com sua gata, afinal, se ela está com você, não há motivo para neuras.

A melhor maneira de lidar com isso é reconhecendo que, apesar dela ter, sim, uma bagagem sexual, cada um de vocês precisam carregar esse peso da melhor forma possível.

Pois, se hoje ela é uma mulher de respeito e mais sábia, certamente suas relações anteriores também lhe ajudarão a ser quem ela é hoje.

#2 – Nós não chamamos de “bagagem” à toa

Nós não costumamos sair falando de nossa bagagem sexual aos quatro ventos, ninguém faz isso.

bagagem sexual

A expressão “bagagem”  está relacionada a um grande número de experiências sexuais que as pessoas costumam acumular na vida, e elas são, muitas vezes, um fardo na vida de muitas pessoas.

Muitos precisam passar por experiências positivas e negativas para começar a dar valor ao próprio corpo e priorizar pessoas do bem no futuro.

Tanto os homens quanto as mulheres acumulam algumas experiências positivas, mas também negativas com relação ao sexo. E na sociedade em que vivemos, não é tão difícil assumirmos que crescemos ouvindo mensagens negativas e pejorativas sobre nossos corpos, sobre sexo e sobre sexualidade em geral.

Por isso você não pode menosprezar a bagagem sexual da sua parceira, ou simplesmente pensar sobre isso como algo que você gostaria de mudar no passado, caso tivesse o poder.

O importante é ser capaz de reconhecer que hoje ela está com você, e provavelmente muito mais inteligente e sábia com relação à vida sexual e relacionamentos.

#3 – Primeiro espere abrir a mala, para depois tirar o que existe dentro

Pedir que sua parceira liste em detalhes a bagagem sexual dela pode ser algo esmagador e bem frustrante, tanto para ela, quanto para você.

Não faça isso, pois é bem provável que ela se defenderá tentando encerrar a conversa o mais rápido possível, e provavelmente sendo grossa e intransigente com você.

Vamos dizer que sua parceira decidiu ter a ideia de usar um brinquedo sexual junto com você, mas logo você reage de forma negativa, imaginando mil situações a respeito do porquê agora ela quer um brinquedo.

Sua reação não só transmitirá o quão desconfiado você estará, como também é possível que a conversa acabe por ali.

Mas se você for capaz de expressar o porquê de sua reação ter sido negativa (com relação às suas experiências anteriores) ótimo, mas nem todas as pessoas são assim.

E esse é o ponto da intransigências que as vezes as mulheres chegam quando não querem falar sobre a própria bagagem sexual, e você precisa respeitar isso nela, tanto quanto ela com relação a você.

#4 – Duas bagagens diferentes, também possuem pesos diferentes

Também é importante reconhecer que nem toda bagagem pesa o mesmo tanto, e parte disso depende de vários fatores que incluem sexo, raça e classe social.

Se um homem possui um número grande de parceiras em sua bagagem sexual, geralmente ele costuma achar isso ótimo, como se fosse um garanhão.

bagagem sexual

Mas se a mulher possui também um número grande, todos a julgam como uma vagabunda, e isso é apenas uma coisa: machismo da pior qualidade. Aliás, existe machismo de qualidade? Claro que não!

Quando uma mulher tenta falar em público sobre sua sexualidade, é um tema de fascínio como se existisse algo inerentemente exótico ou estranho a respeito dela.

Todos nós temos e tivemos experiências sexuais que foram reprimidas alguma vez, seja por nossos amigos ou familiares, caso eles tomem conhecimento.

Lidar com a bagagem sexual de outras pessoas nunca deve se transformar em uma competição a respeito de quem é melhor ou pior, sexualmente falando.

Se em vez disso as pessoas fossem capazes de reconhecerem e interpretarem suas experiências de maneira diferente e dependendo do contexto de suas vidas, seria muito mais fácil viver num mundo onde as pessoas pudessem manter uma conversa sem julgamentos.

#5 – Procure carregar e dividir o peso da sua bagagem sexual com sua parceira de forma saudável

O importante é que a maioria de nós sobrevive as más experiências sexuais, mas isso não quer dizer que as pessoas sejam obrigadas a partilhá-las com seus parceiros, caso decidam não fazer.

Mas, caso seja necessário você só precisa entender que estar em um relacionamento saudável e que você tenha a intimidade e maturidade suficiente para partilhar esses detalhes de sua vida com sua parceira, e ela também com você, poderá ser algo bastante saudável, e muitas vezes até engraçado.

O importante é não oprimir nem reprimir sua gata pelo que ela já fez no passado ou as chances de que seu relacionamento não dê certo são enormes!

O grande perigo nesse tipo de situação é que se você começar a cobrar isso dela, você se tornará um verdadeiro “carregador de aluguel”, e muitas vezes isso pode ser um trabalho duro de realizar, afinal, você terá que empilhar toda a bagagem sexual e descobrir até onde sua parceira chegou antes de você.

Mas se você não vê problema nisso, talvez a experiência ajude até mesmo a ter novas ideias e ter uma chance de apimentar ainda mais a relação de vocês. Portanto, aproveite a experiências!

E ai, gostaram do artigo de hoje? Deixe nos comentários sobre o que você acha do assunto e não deixe de compartilhar com os amigos nas redes sociais.

Ate breve.

bagagem sexual

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
7 coisas que todo homem precisa saber sobre infidelidade Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Como lidar com a bagagem sexual adquirida por sua parceira antes de conhecer você? […]