Falta de vontade de transar: isso é normal? Confira a resposta da ciência!

0
1271

Afinal, quantas vezes na semana devemos fazer sexo para ter um relacionamento feliz e duradouro? A falta de vontade de transar é normal?

Essas são perguntas frequentes em relacionamentos e tira o sono de muito homem por ai.

Esse é um assunto que sempre dará pano pra manga. A ciência está frequentemente realizando testes e estudos relacionados a sexo, comportamento e relacionamentos.

Todas as vezes que esses assuntos são colocados sobre um olhar microscópico científico, as pessoas passam a questionar o que estão fazendo de certo ou errado.

Como aumentar a libido feminina com 5 dicas simples e fantásticas

A professora de saúde sexual Juliet Ritchers, da Universidade de New South Wales, na Austrália, afirma que a teoria de que é normal uma pessoa ter falta de vontade de transar. E claro, deve ser respeitada.

Para chegar a essa conclusão, ela examinou o interesse sexual de vários casais locais e constatou que 25% dos homens e 50% das mulheres não têm relações sexuais durante um mês a cada ano.

falta de vontade de transar

Esse fenômeno costuma ser malvisto entre as pessoas, principalmente entre os homens. Nós costumamos julgar a frequência sexual dos nossos amigos, e nem adianta fingir que não.

Todos nós fazemos isso. No entanto, não ter relações e tampouco sentir interesse em tê-las é algo muito mais comum do que a gente imagina.

Ritchers afirma que as pessoas que tem falta de vontade de transar raramente têm seus desejos e vontades despertados. Em alguns casos, esses desejos nunca são despertados.

Como acontece a falta de libido masculina?

Essas pessoas podem passar dias, semanas, meses ou até mesmo anos sem sexo e vivem com isso normalmente, sem nenhuma grande alteração na sua rotina ou no seu corpo. Ao passo que, para outras, essa abstinência pode significar irritação, distração, infelicidade e diversos outras reações negativas.

Entre essas pessoas, os comportamentos e preferências se diferem. Existem algumas que não tem interesse em se relacionar, mas ainda possuem libido, excitação e praticam a masturbação. Algumas dessas pessoas tem traços de personalidade autista e, nesse caso, existe uma falta de interesse em relações sociais que inerente ao distúrbio.

Já outras simplesmente não identificam qualquer existência de impulso sexual que leva a falta de vontade de transar, embora ainda sejam capazes de terem relacionamentos íntimos e até mesmo românticos.

Falta de vontade de transar é normal?

Em um estudo realizado na Austrália, foram entrevistadas mais de 20 mil pessoas, entre 16 e 69 anos, sobre suas vidas sexuais. Cerca de 6% delas nunca tinham tido relações com penetração pênis-vagina.

Dentre essas pessoas, quase a metade delas nunca haviam experimentado qualquer tipo de experiência sexual com outra pessoa – sendo que dois terços delas tinham menos de 20 anos. Além disso, do total, menos de 1% (cerca de 70 pessoas) disseram nunca terem se sentido sexualmente atraído por ninguém.

Para 20 mil pessoas, é um número pequeno. Já pensou esse número aplicado na população mundial? Com certeza, seria muito maior.

Até mesmo entre os casais heterossexuais, que eram o maior grupo representado em questão de volume, a pesquisa mostrou que, aproximadamente, uma em cada seis pessoas não tinham tido relações sexuais nas últimas quatro semanas. Ou seja: mais tempo do que o senso comum indica ser o “normal”.

E o que diz a especialista…

Essa questão, de acordo com a especialista, pode estar associada a diversos fatores, como o medo de que o sexo seja doloroso, insegurança, a dificuldade de manter uma ereção, ejaculação precoce ou circunstâncias pessoais relativas, como pessoas que não o mesmo interesse sexual que o parceiro.

É válido ressaltar que a ideia de que todos devem desfrutar do prazer do sexo, que quanto mais, melhor e que todos devem continuar desfrutando até a velhice é uma concepção recente. Sabemos bem que a prática sexual era muito mais estigmatizada no passado.

Porém, nos dias de hoje, a falta de interesse sexual é visto como um problema de outro mundo. O incômodo que as pessoas que não tem vontade de sexo sentem é criado pelo julgamento da sociedade, que insiste em alegar que não querer sexo é um problema crônico.

Bom, agora a ciência mostrou que não é bem assim. E aí, curtiu o post? Compartilhe no Facebook para que seus amigos também vejam!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notify of