Gostou do artigo?

Você já parou para pensar o que pode estar interferindo no seu desejo sexual, que sempre foi tão presente e intenso? O que é pior para o homem: broxar ou a completa falta de desejo sexual?

Muitos responderiam a primeira opção, já que a falta de desejo sexual não costuma ser comum entre nós. Na verdade, não é que ela não seja comum. Mas ainda é um tabu masculino.

Quando acontece, tendemos a fingir que não está acontecendo e fugir do problema sem buscar suas causas e nem soluções. E esse é um comportamento tipicamente masculino (e que causa graves consequências).

Segundo especialistas, os homens levam cerca de um ano para conversar sobre dificuldades sexuais com a esposa, e para ir ao médico leva ainda mais tempo. As vezes, ignoram tanto o problema que nunca chegam a consultar um especialista.

Vale a pena ressaltar aqui a importância de encarar qualquer tipo de problema relacionado a sua saúde de frente.

Quanto mais tempo você evita, mais as coisas ficam complicadas, mais graves, mais difíceis de tratar.

É normal não sentir Desejo Sexual?

É importante abandonar alguns aspectos do estereótipo masculino que acabam fazendo mal para nós mesmos. É totalmente normal um ser humano não sentir vontade de fazer sexo.

Fisiologicamente falando, é normal, não só para as mulheres, mas para seres humanos no geral. A falta de desejo sexual não é e nem precisa ser uma afronta a sua masculinidade.

Quando a vida cobra e o sexo fica em segundo plano e acaba sendo deixado de lado, o desejo sexual tende a dar aquela afundada.

Ou às vezes, nem isso: obrigações familiares e sociais, crises financeiras, sobrecarga de trabalho, atenção aos filhos, crise no relacionamento ou até mesmo crise com o próprio corpo podem influenciar tanto na frequência sexual quanto na libido.

Além disso, dados médicos  atestam que cerca de 20% dos homens podem apresentar diminuição do desejo sexual em algum momento da vida.

A má notícia é que não há remédio efetivo para esse tipo de problema. Porém, a boa notícia é que trazemos hoje 17 fatores que podem (e provavelmente estão) sabotando o seu desejo sexual.

Descubra o que pode estar causando falta de desejo sexual em você

#17 – Falta de confiança

O sigilo dentro de um relacionamento se transforma em desconfiança.

Se você está inseguro em relação a sua parceira, se ela anda muito reservada com o celular, com o que escreve e para quem escreve, esse sentimento de incerteza pode interferir no seu desejo sexual. Pode parecer bobagem, mas é real.

#16 – Tabagismo

Cigarro causa disfunção erétil aguda e crônica. A nicotina e o alcatrão acabam na corrente sanguínea após inaladas, e se depositam nos tecidos vasculares penianos, que ficam fibrosos e não conseguem se distender. Logo, a ereção fica prejudicada.

► O cigarro também causa diminuição da irrigação sanguínea, que dificulta a ereção.

Medicamentos para disfunção erétil podem ajudar de forma pontual, mas abandonar o cigarro é a melhor medida.

#15 – Pressão alta

Você pode ficar surpreso ao descobrir como as doenças não-sexuais afetam a sua vida sexual. Do câncer a diabetes, doenças cardíacas e pressão alta.

► Essas doenças podem estar interferindo diretamente na sua libido e no seu desejo sexual.

#14 – Medicamentos

Medicações utilizadas para o tratamento de doenças como hipertensão arterial, úlceras e depressão podem afetar os receptores da serotonina – neurotransmissor responsável por regular sono, humor e apetite –, diminuindo os impulsos sexuais.

Quando isso ocorre, o médico ou psicólogo envolvido no tratamento deve ser avisado. Ele pode sugerir, por exemplo, a alteração do medicamento.

#13 – Depressão

A depressão é uma transtorno psicológico capaz de fazer a pessoa se isolar, perder o apetite, encontrar dificuldade para realizar tarefas cotidianas, ter sentimentos de impotência e culpa.

O apetite sexual é prontamente afetado. O tratamento é feito tradicionalmente com medicamentos (que também podem afetar a libido) e terapia.

#12 – Faltar na academia

Qualquer tipo de exercício físico pode ajuda a melhorar a sua libido, já que ele melhora o fluxo sanguíneo, o seu humor através da liberação de endorfinas, te dá mais energia e te ajuda a se sentir mais atraente.

#11 – Vergonha do seu corpo

Se você não se sente atraente, é difícil se sentir confortável quando está sem roupa na frente de alguém.

A autoestima é uma das principais aliadas da libido. Quando uma tá pra baixo, a outra, provavelmente, também estará.

Muitos homens não se sentem confortáveis com o tamanho do pênis e desenvolvem enormes complexos por causa da fisionomia do membro ou estatura.

CLIQUE AQUI PARA DESCOBRIR AS TÉCNICAS NATURAIS DE AUMENTO PENIANO •

Procure dar uma mudada no visual, começar um novo esporte, sair com os amigos, ir em uma balada para conhecer gente nova… procure fazer algo que te deixe feliz e satisfeito consigo mesmo.

Aprenda a valorizar seus pontos positivos e a aceitar os negativos.

#10 – Passado traumático

Qualquer abuso sexual que tenha ocorrido no passado ou experiências sexuais negativas podem criar pesadas barreiras psicológicas para o sexo, mesmo que seja em um ambiente seguro.

Se você ou sua parceira estiverem passando por isso, não hesite em consultar um profissional.

Um psicólogo pode ajudar, mas profissionais de massagem tântrica também podem fazer milagres nesse aspecto.

#9 – Alimentos ricos em gordura trans

Aquela deliciosa pizza, batatas fritas ou qualquer outro alimento rico em gordura trans têm o poder de acabar com a sua libido.

Esse tipo de alimento não faz apenas com que você se sinta menos atrativo e saudável após comer alimentos gordurosos, mas a gordura trans também entope as artérias, restringindo o fluxo de sangue.

Isso pode diminuir a sua capacidade de se manter excitado ou até mesmo de se excitar, a princípio.

#8 – Pornografia

Se você anda vendo muita pornografia, estudos mostram que se sentirá cada vez menos satisfeito com o sexo real.

O excesso de pornografia influencia na sua autoestima e confiança, além de criar padrões sexuais irreais de serem alcançados na vida real.

#7 – Estresse

Esse costuma ser responsável por muitos casos de diminuição do desejo sexual.

Isso pode acontecer porque você se encontra exausto e com pouca disposição para a atividade sexual, ou porque o estresse crônico às vezes resulta em redução dos níveis da testosterona.

O tratamento pode ser feito com terapias ou medicamentos, dependendo da gravidade.

#6 – Dormir mal

O cansaço e a fadiga estão diretamente ligados a falta de desejo sexual. Isso explica porque os pais com crianças pequenas acabam transando tão pouco.

#5 – Drogas e álcool

Apesar de muitos dizerem que álcool e drogas têm efeito afrodisíaco, em doses elevadas, essas substâncias podem influenciar a liberação de hormônios, como testosterona, progesterona e serotonina, causando queda de libido.

De forma imediata, elas podem alterar o fluxo sanguíneo, prejudicando ereção e ejaculação. Consumo moderado é a saída.

#4 – Transtorno de ansiedade

Se você tem sintomas de ansiedade, síndrome do pânico ou transtorno obsessivo compulsivo, você também apresentar menos apetite sexual em virtude do estado psicológico.

O tratamento pode ser feito com terapias ou medicamentos. Esse post dá dicas de como lidar com a ansiedade na hora do sexo e melhorar mil vezes seu desempenho sexual. Não deixe de conferir!

#3 – Queda de testosterona

A partir dos 30 anos os níveis de testosterona, hormônio masculino, caem cerca de 1% ao ano. Os baixos níveis desse hormônio podem causar irritabilidade, fadiga, indisposição, gordura abdominal, perda de massa muscular e óssea e queda de libido.

desejo sexual

 

Quer saber como equilibrar naturalmente os níveis do hormônio e ainda aprimorar seu desempenho sexual? Clique aqui ou na imagem ao lado para baixar o guia completo de Como Aumentar a Testosterona.

 • TESTOSTERONA EM BAIXA? ALIMENTOS QUE TURBINAM SUA POTÊNCIA •

A queda de testosterona pode ser tratada com reposição hormonal, feita com remédios injetáveis, ou, mais recentemente, por meio de uma droga tópica, de absorção através da pele da axila (adesivo).

 

#2 – Obesidade

A obesidade afeta o desejo sexual de duas formas: física, pois alteração da tireóide, aumento de colesterol, triglicérides e diabetes podem causar queda de testosterona; e psicológica, já que a dificuldade para aceitar o próprio corpo pode contribuir com a perda de desejo. O emagrecimento saudável resolve o problema.

#1 – Disfunção erétil

A impotência pode levar à falta de desejo. Pesquisas mostram que 52% dos homens acima dos 40 anos têm algum grau de disfunção erétil.

Um estudo da Sociedade Brasileira de Urologia mostrou que cerca de 30% dos homens acreditam que a disfunção erétil é algo natural da idade.

Quando o homem tem dificuldades de ereção passa a sentir uma responsabilidade muito grande e o desejo diminui por medo de falhar.

O primeiro passo é realizar exames para descobrir a origem. Se o motivo for físico, os medicamentos podem resolver; se for psicológico, a terapia pode ser um bom caminho.

Se você curtiu o post, não deixe de compartilhar com os amigos! 😉

Além disso, saiba que a impotência sexual tem forma de tratamento e você não precisa colocar sua saúde em risco para tratar isso de forma eficaz!

Conheça aqui o método com uma super promoção Macho de Verdade. Deixe sua potência a todo vapor para impressionar na cama.

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Baixo apetite sexual […]

trackback

[…] possa soar como uma boa ideia, muitos antidepressivos também costumam diminuir significativamente o desempenho sexual dos homens. Consequentemente, essa solução pode ser melhor se você não faz sexo de forma […]

trackback

[…] Baixo apetite sexual […]

trackback

[…] mais sobre este assunto no artigo sobre “desejo sexual, impotência…” e cuide do […]