Dieta paleolítica, ou dieta paleo, para os íntimos. Ao que tudo indica, essa é a febre atual entre a galera fitness, que se preocupa com a saúde e com a perda de peso.

dieta paleo

O raciocínio é o seguinte: se o metabolismo do ser humano foi moldado há milênios, quando nem existia agricultura, então, o ideal seria seguir os costumes dos homens das cavernas. Esse foi o ponto de partida do nutricionista americano Loren Cordain, da Universidade do Estado do Colorado, ao criar a dieta paleo.

Ela se baseia na exclusão dos grãos, especialmente do trigo, e de todos os produtos processados. Deve-se ingerir apenas o que é caçado ou colhido na natureza.

Dieta paleo – aprendendo com os antepassados

A dieta paleo, ou dieta paleolítica, consiste em se alimentar com comidas naturais. Se tornar uma espécie de caçador-coletor moderno. Comer quando sentir vontade, o quanto quiser, até se sentir saciado e não se preocupar com horários ou com a frequência das refeições.

dieta paleo

A ideia base da dieta paleo é se inspirar na alimentação através da qual a espécie humana evoluiu pela maior parte da sua história (cerca de 99,5% do nosso tempo na Terra), até o surgimento da agricultura e, principalmente, após a explosão da indústria de alimentos (no século passado).

O que pode e o que não pode na dieta paleo

dieta paleo

Você deve comer vegetais, evitando seus grãos (cereais e leguminosas). Não se preocupe com suas gorduras naturais (ex: azeite extra-virgem, óleo de coco e castanhas). Evite gorduras vegetais processadas/industrializadas/hidrogenadas, tais como óleos de canola, soja, girassol, milho. Carnes também são liberadas, assim como ovos, verduras e frutas silvestres, principalmente as menos ricas em açúcares.

Onde a dieta paleo falha

A carência de carboidratos resulta em falta de algumas vitaminas e de energia para as tarefas do cotidiano. As regras da paleo não estão adaptadas a correria da vida moderna: há muito esforço para preparar as refeições, que são bastante monótonas e sem variações.

dieta paleo

É preciso muito cuidado com a maneira como você vai conduzir a dieta. Isso porque existem substâncias presentes em outros alimentos, além do carboidrato, que certamente vão fazer falta ao seu organismo e, nesses casos, você precisa vir a consumi-los intercalados com a dieta.

Faça a sua dieta por 15 dias (no máximo) e depois volte ao consumo dos alimentos normalmente. Depois de ao menos 7 dias se alimentando de maneira correta, mas incluindo grãos e carboidratos, você pode retomar a dieta. E assim deve ser o seu ciclo para sempre se alimentar com segurança.

As partes positivas da dieta paleo

A dieta privilegia tudo que é natural e chama a atenção para os malefícios de industrializados – que, em sua maioria, vêm repletos de conservantes, corantes e outras substâncias danosas à saúde. A redução no consumo de sal e açúcar é outro ponto positivo.

dieta paleo

Além disso, uma alimentação baseada em vegetais e carnes é excelente para o desenvolvimento do corpo, que é também conhecido como “hipertrofia”, ou seja, o alargamento dos músculos.

Portanto, além de ser perfeita para o emagrecimento, essa dieta também é ótima para quem deseja dilatar os músculos. Claro, isso depende da utilização correta de alimentos que levem a esse resultado.

Curtiu o conteúdo? Então, não esquece de compartilhá-lo com os amigos que estão precisando “daquela dieta” para emagrecer. hehehe

Até breve.

dieta paleo

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] >> Saiba tudo a dieta Paleo e seus prós e contras << […]