Uma das curiosidades que habitam a mente masculina é o que realmente rola no Clube das Mulheres. Os comprometidos costumam ter problemas com isso, ficam meio enciumados, enquanto os solteiros tendem para a imaginação aguçada, fantasiando com o que realmente acontece no local.

A liberdade sexual das mulheres ainda é um tabu para alguns caras. Alguns acreditam piamente que um lugar como o Clube das Mulheres não é para mulheres “direitas”, por ser um ambiente sexual e tal. Acham que elas são puras e intocáveis. Mas, vamos combinar.. estamos em 2017. Todos os lugares são lugares para as mulheres, tanto quanto são para nós.

clube das mulheres

Além disso e muito mais importante que isso, nós apoiamos a liberdade sexual das mulheres. Torcemos para que elas se sintam cada vez mais confortáveis e livres em relação aos seus corpos e sua sexualidade. Afinal, só assim é possível garantir um sexo intenso, selvagem e prazeroso para ambos: tendo claro em sua mente que as mulheres também sentem tesão, da mesma forma que nós.

E pensar de outra forma diferente dessa é querer viver no século passado, como um verdadeiro homem das cavernas. É claro que ciúmes é diferente. É natural se sentir inseguro e ameaçado ao imaginar sua parceira em um lugar cheio de homens saradões sem camisa. Mas isso acontece porque vocês estão em um relacionamento, certo?

Por isso, você vai descobrir hoje tudo que rola em locais como esses, para evitar esse tipo de insegurança. 

Porém, não tem nada a ver dizer que uma mulher que vai em um lugar como o Clube das Mulheres é vadia, oferecida ou algo pejorativo do tipo. Ela está apenas manifestando sua sexualidade, o que é ótimo.

No post de hoje, falaremos tudo o que você sempre quis saber sobre o Clube das Mulheres, mas nunca teve coragem de perguntar. Pesquisamos relatos de mulheres que já visitaram e compartilharemos suas experiências. Confere aí, macho!  

O Clube das Mulheres e locais semelhantes

O Clube das Mulheres é uma casa noturna localizada em São Paulo. Ela é a pioneira, mas existem diversas outras espalhadas por todo o país, que seguem o mesmo estilo, apenas com nomes diferentes.

Cada uma dessas casas tem suas regras específicas. Algumas permitem certos comportamentos, outras não. Porém, na maioria das vezes, as regras básicas são gerais. E passam longe do antro de putaria que a gente imagina.

clube das mulheres

Nem toda casa noturna com shows para mulheres são chamadas de Clube de Mulheres. Existem bares só para mulheres, casas noturnas liberais para mulheres e diversas outras subcategorias. Porém, quando pensamos nesse tipo de festa, a primeira coisa que vem em nossa cabeça é: Clube das Mulheres.

O surgimento do Clube das Mulheres no Brasil foi inédito e causou uma verdadeira revolução, mudando os costumes das mulheres brasileiras, que pela primeira vez na história puderam assistir a um show protagonizado por dançarinos e stripper masculinos.

Só para ter uma ideia do impacto, o show ficou tão famoso que inspirou Glória Perez a escrever uma novela em que o tema principal era o Clube das Mulheres. A novela, intitulada De Corpo & Alma, foi exibida pela Rede Globo, bateu recordes de audiência e foi sucesso de público e de crítica.

Por definição, o Clube das Mulheres apresenta shows com foco no público feminino. De acordo com o site oficial do local, dez dançarinos percorrem a passarela em apresentações individuais, com uma trilha sonora característica, executando coreografias elaboradas e exibindo detalhes de seus corpos sarados para a plateia, interativa e agitada.

Lá, estão representados os personagens dos sonhos eróticos e fetiches clássicos do público feminino: o bombeiro, o cowboy, o almirante, o policial e o profissional da manutenção. Recentemente, foi introduzido um novo personagem: o Christian Grey, da saga 50 Tons de Cinza. Chega a ser cômico, eu sei.

O que realmente acontece no Clube das Mulheres

A primeira coisa que você precisa saber é que não, ninguém fica pelado lá. Os caras começam o show fantasiados (provavelmente de um jeito ridículo, a la stripper de filme americano), e terminam de cueca. Nada de bilaus balançando no ritmo da música

Segundo relatos, os dançarinos costumam ser parecidos entre si. Aquele mesmo esteriótipo do homem fortão, saradão. Até meio gay. Porém, capazes de deixar a mulherada histérica.

O Clube das Mulheres é uma das casas do estilo mais respeitadas do país. Os dançarinos são extremamente profissionais e recebem instruções severas de como se comportar com as mulheres.

clube das mulheres

Eles não podem agarrá-las, não podem passar a mão nas partes íntimas, não podem levantá-las se estiverem de saia, não fazer absolutamente nada que possa ser interpretado como abuso.

A ideia é, basicamente, pegá-las e dançar, de uma forma sensual, mas com movimentos sutis. E, se a mulher for mais safadinha e decidir ela mesma se esfregar no cara, eles são treinados para saírem dessas situações sem deixar a moça constrangida. Essa sim deve ser uma tarefa difícil.

Lá, fazer programa é expressamente proibido. Os dançarinos não podem aceitar esse tipo de proposta, correndo o risco de serem demitidos.

Homens não entram. Os únicos, claro, são os dançarinos, o apresentador, os barmen e garçons.

Lá, só é acariciada ou sobe no palco com os dançarinos quem quer. Se a garota quiser, pode apenas observar, sem problemas. 

Para matar a sua curiosidade, confira o vídeo:

O foco, na verdade, não é sexo

A putaria e o foco no sexo são características de clubes só para homens. Não tem jeito. No Clube para Mulheres, a ideia é diversão. Em todos os relatos, as mulheres contam sobre o quanto se divertiram e deram risada das coisas.

A maioria vê muita graça nas roupas dos caras, nas músicas, nas encenações, nos gestos… elas se entregam e aproveitam a noite para se divertir. As mulheres dificilmente vão se excitar de verdade com esse tipo de apresentação.

clube das mulheres

O criador da casa diz que praticamente não tem casos de maridos ou namorados ciumentos para contar. Os caras compreendem que trata-se de diversão e que se uma mulher realmente quer trair o cara, um Clube de Mulheres é a última coisa que ela procuraria.

Afinal, ela não pode dar uns pegas nos dançarinos. Qual a graça, afinal?

A melhor parte do Clube das Mulheres é que as mulheres voltam de lá loucas para transar e cheias de ideias. Essa parte nós temos que valorizar. Foi unanimidade nos relatos: o Clube das Mulheres mais aguça as vontades do que realmente satisfaz.

Elas saem de lá inspiradas, pensando em um strip para você, em lingeries diferentes e fantasias sensuais, em uma massagem erótica… vai por mim: vale a pena.

Para ir se preparando, veja nosso post com as 10 maiores fantasias sexuais femininas e, claro, como realizá-las! 

clube das mulheres

E aí, matou a curiosidade sobre o Clube das Mulheres? Sobrou alguma dúvida? Manda pra gente nos comentários! 😉

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of