Nós já falamos várias vezes aqui no Cromossomo a importância do diálogo para o relacionamento. É a base mais sólida que você irá construir com sua parceira. Através do diálogo, vocês são capazes de resolver qualquer tipo de atrito e melhorar qualquer tipo de situação. Logo, conversar sobre sexo é algo que só pode trazer benefícios para o casal.

Algumas mulheres, hoje em dia, ainda se sentem travadas, intimidadas e inseguranças para conversar sobre sexo. Devido a anos de repressão e de julgamentos do comportamento feminino relacionado ao sexo, isso não é de se espantar. Se sua parceira se encaixa nesse padrão, é sua missão fazer com que ela se sinta mais confortável para falar sobre isso.

Ter uma conversa sobre sexo com franqueza e sinceridade faz com que o casal tenha dez vezes mais chances de ter um relacionamento feliz do que os que aqueles que ignoram o assunto. Através da conversa, pode-se descobrir traumas e dificuldades, e possíveis métodos para resolver. Pode-se descobrir o que cada um gosta mais, como melhorar, o que mudar, o que deixar como está.

A comunicação entre o casal faz toda a diferença, dando mais força e longevidade ao relacionamento, e falar sobre a intimidade sexual está no topo da lista do que deve ser conversado.

Na conversa sobre sexo, não deixe de abordar…

#6 – Feedback

A sua parceira não tem o poder de ler a sua mente, por isso é muito importante falar do que você gosta e não gosta na hora do sexo. Fale para ela o que você gostou que ele fez, dê um feedback, assim da próxima vez pode ter certeza que ela irá se dedicar a fazer mais e melhor aquilo que você gostou.

Durante o sexo, dê sinais do que está gostando. Elas adoram esses sinais não verbais. Faça com jeitinho e de maneira extremamente excitante. Você não precisa ser um general na cama, claro. Mas, envolvido com o clima do momento, tudo pode ser dito.

#5 –  Raízes

Muitas pessoas são educadas de maneira que passam a ver o sexo como algo obscuro, ruim, ou até mesmo como um pecado ou tabu. Outras podem vê-lo de uma maneira mais “forte”, gostar de coisas mais ousadas e que não são consideradas “normais” pela maior parte da sociedade.

Por isso, se um dos dois tende a ver o sexo de uma dessas maneiras, o seu parceiro ou parceira pode não aceitar, e nesta hora não há nada mais importante do que uma boa conversa sobre sexo para cada um expor as suas necessidades e desejos.

Como se trata de pessoas que cresceram, criaram suas raízes desta maneira, pode ser que ele ou ela precise de um terapeuta sexual, ou se não, muita leitura sobre o assunto para poder ir abrindo a mente e ir tentando mudar os seus conceitos.

#4 – Limites

Ao menos que você queira acabar em uma situação no estilo de “o que você está fazendo?”, é muito importante vocês discutirem os limites de cada um. Da mesma maneira que é fantástico e vocês mais do que devem experimentar coisas novas juntos na hora do sexo, é importante vocês conversarem sobre isso para que a nova experiência não se torne um grande fracasso.

Ter uma conversa sobre fetiches e fantasias também é interessante, para ter uma ideia de até onde sua parceira tem curiosidade de ir. Tendo uma conversa sobre sexo, ambos conseguirão falar sobre os seus limites, desejos e vontades. O pior que pode acontecer é que as suas fantasias continuem apenas como fantasias, e na melhor das hipóteses, vocês terão uma nova experiência sexual.

#3 – Exclusividade

É necessário que haja uma conversa sobre qual o nível de exclusividade entre vocês. A infidelidade só ocorre quando alguém falha com os acordos já estabelecidos.

Muitas vezes, a mulher prefere acreditar na exclusividade, pois tem medo de falar sobre isso e o cara não concordar. Embora para algumas pessoas falar sobre isso possa parecer algo relacionado a ciúmes, isso deve ser tratado como algo de extrema importância e sinceridade.

Assim, ambos poderão ter confiança no relacionamento, além, claro, de se cuidarem adequadamente na hora de ter relações sexuais.

#2 – Segurança

É sempre muito importante ter uma conversa sobre sexo seguro. Definir quais serão os métodos contraceptivos adotados pelo casal, decidir o uso da camisinha, realizar exames, enfim. Vocês precisam estabelecer um esquema de proteção que seja interessante para os dois.

Não se esqueça de ouvir atentamente as queixas da sua parceira, principalmente em relação ao anticoncepcional. Nós, muitas vezes, reclamamos da camisinha por pura vaidade ou fatores que podem ser facilmente resolvidos. Porém, os anticoncepcionais causam danos reais à saúde da mulher. Portanto, seja compreensivo.

#1 – Disfunção

Disfunções sexuais não devem ser um tabu dentro do relacionamento. Muito pelo contrário. Se você sofre com algum tipo, é fundamental que você converse sobre isso com sua parceira. É natural que muitos homens tenham problemas em tocar nesse assunto com a parceira.

Porém, saiba que, na grande maioria das vezes, as mulheres estão dispostas a ajudar e a entender. Elas querem o melhor para você e estarão ao seu lado para superar qualquer tipo de dificuldade. O que destrói um relacionamento é omitir esse tipo de problema, ou ainda pior, deixar que ambos saibam dele, mas não agir para resolvê-la. Isso sim, é algo grave. Esse link pode ser extremamente útil para você saber como abordar esse tipo de assunto com a sua parceira.

Porém, nem só os homens sofrem com disfunções sexuais; as mulheres também. Algumas, por exemplo, têm problema de secura, ou seja, não ficam com a vagina lubrificada rapidamente. Por isso a conversa sobre sexo é tão importante. Vocês precisam se sentir seguros um com o outro para ter liberdade para falar abertamente sobre todos os tipos de coisas.

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] • Veja 6 tópicos para uma conversa sobre sexo que todo casal deve ter • […]

trackback

[…] isso não é nenhuma piada! Além de ser algo que pode ajudá-lo a vencer algumas disfunções sexuais masculinas apenas estimulando o aumento dessas substâncias […]

trackback

[…] dica para isso é: conversem sobre sexo! Mas, assim, abertamente mesmo, sem receio e sem vergonha. Isso faz muito bem para a relação e […]