Quando o assunto é “como se vestir para um casamento“, o que não faltam são dúvidas sobre o que é adequado e o que não é. Trata-se de um assunto bem popular. Por vezes, buscamos informações na internet que acabam nos deixando ainda mais confusos. E ninguém quer fazer feio em uma ocasião especial como essa, não é verdade?

Pensando nisso, resolvemos elaborar um guia completo para que você aprenda, definitivamente, como se vestir em um casamento, seja ele durante o dia, à tarde ou à noite, independente do traje estipulado.

Primeiramente, como em todo evento, é importante checar se o convite traz alguma especificação e/ou exigência relacionada à vestimenta ou local do casamento. Caso haja essa informação no convite, siga fielmente o que ele pede. Porém, se não houver, há uma liberdade maior para compor o visual para a cerimônia, seguindo o que é adequado para cada turno do dia.

Outro detalhe importante é saber se você vai como padrinho ou apenas convidado. O padrinho deve vestir-se de maneira mais formal. Em alguns casos, os padrinhos devem seguir às exigências dos noivos quanto à cor das roupas, sapatos, etc. Fique atento a isso.

Vamos começar?

Como se vestir para um casamento: tipos de trajes

#1 – Traje esporte

Esse é o dress code mais descontraído e permissivo, além de ser o sonho de muita gente que não curte muito terno e gravata. Não chega a ser totalmente despojado, mas é mais aberto a adaptações. O blazer, por exemplo, pode virar um casaco de botões ou uma jaqueta de corte seco sem muitos detalhes. Uma grande vantagem da roupa casual é que ela não sofre tanta influência do horário, já que muitas das combinações funcionam tão bem de dia quanto a noite.

Pode ousar. Blazer de lã fria, rami, linho, sarja ou algodão leve. As camisas podem ser mais despojadas, mas ainda assim elegantes, podendo ser trocadas por pólos discretas. A combinação aceita também jeans com lavagens sóbrias ou black jeans e calças cáqui. Nos pés um tênis minimalista é permitido, ou então um sapato como um oxford casual, mocassim ou monk strap. Confira mais sobre os estilos de sapatos neste post aqui.

A gravata pode ficar em casa, a não ser que você queira dar um toque a mais ao visual.

#2 – Traje social, passeio completo, esporte fino

Essa é uma produção mais caprichada, mas sem exageros. A clássica para quem tem dúvidas de como se vestir para um casamento. Costuma ser opção padrão para casamentos noturnos. Se o convite não especifica qual é o tipo de traje, pode apostar no combo terno escuro + camisa clara + gravata.

No caso do terno marinho, é possível escolher entre um calçado marrom ou preto, o mesmo vale para o cinto, pois combinará com o sapato. Esta é uma versão para ser usada durante a noite, se a festa for de dia, o terno pode ser mais claro. Mais abaixo falaremos sobre isso.

Trata-se de terno escuro (preto, marinho ou grafite), camisa clara (lisa ou com listras finas), gravata lisa ou com um padrão discreto, cinto social em couro, sapato oxford. Há a opção de usar um colete na mesma cor que o paletó ou ligeiramente mais claro.

Relógio de pulseira de couro ou aço como acessório e o lenço no bolso do paletó, que pode ter alguma cor, mas o branco ainda é a opção mais elegante.

#3 – Black tie

Esse é o traje mais formal e solene possível, portanto, não há muito o que incrementar aqui. Esse tipo de roupa é exigida, na maioria das vezes, em eventos noturnos. Se você tem dúvidas de como se vestir para um casamento, o black tie é aquele mais pomposo. 

Não tem como fugir: smoking preto, camisa branca, gravata borboleta preta, cummerbund preto (a faixa que vai na cintura) ou colete e sapato oxford preto. As abotoaduras prateadas são pedidas interessantes. O relógio com pulseira de couro, preferencialmente, e o lenço branco de seda no bolso do paletó.

Casamentos durante o dia

No guia de como se vestir para um casamento, as maiores dúvidas, na maioria das vezes, estão relacionadas aos casamentos diurnos.

Se a cerimônia acontecerá antes das 16hs, grande parte do evento ocorrerá em plena luz do dia, principalmente no verão, quando o sol se põe mais tarde. Para esse tipo de evento, salvo raras exceções, o traje exigido será o traje social.

Como o dia pede tons mais suaves e alegres, invista em um terno em tom mais claro, como cinza, bege ou areia, por exemplo. Caso tenha um costume marinho em seu guarda roupa, pode usar sem medo, esse coringa vai bem a qualquer hora, já o preto deve ser evitado por ser muito sóbrio.

Se o tempo estiver quente, temos algumas mudanças significativas no traje. Você pode optar por não usar gravata. Nos dias de sol, um chapéu pode ser um recurso de estilo interessante, escolha entre o Fedora e o Panamá. Confira mais sobre chapéus e acessórios masculinos aqui.

O terno pode ser em linho claro, um tecido adequado para ambientes abertos e dias de calor. Para acompanhar, é possível usar um sapato mais casual.

Se o tempo estiver frio, o terno de lã fria será seu melhor amigo, principalmente se combinado com um cardigã ou um cachecol, ambos discretos. Entretanto, não é aconselhável exagerar nas camadas. Se o frio estiver intenso, vista um casaco pesado, mas que possa ser tirado a qualquer momento e guardado na chapelaria.

[epico_capture_sc id=”2101″]

Se você curtiu o conteúdo, não deixe de compartilhá-lo nas redes sociais! 😉

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of