A zona de conforto é uma armadilha que muito de nós insistimos em cair. Isso porque estar em uma situação na qual não requer de nós esforço, dedicação ou que já dominamos, é muito melhor do que arriscar algo novo e não dar certo. Porém, vamos mostrar que esse pensamento está errado e pode te levar a ansiedade e estresse, além disso vamos dar dicas de como sair da zona de conforto. Fique ligado!

Como é estar na zona de conforto?

É comum pensar que a zona de conforto está ligada apenas a situações agradáveis ou que nos trazem prazer. A verdade é que não é bem assim!

A zona de conforto é composta pelas situações boas e más. Está ligada com a maneira que escolhemos ou nos acostumamos a viver, sejam elas ruins ou boas. E, na maioria das vezes nem percebemos que entramos nesse estado de conformismo.

Você passa a viver no automático e evita questionar, pensar, tomar decisões ou ir atrás de mudanças, mesmo que necessárias. Além disso, o sentimento de frustração e tristeza por “achar” que não consegue sair da zona de conforto acaba por deixar nossos sentimentos, como estresse e ansiedade, vir a tona.

“Não sair da zona de conforto é praticamente renunciar à vida, ao crescimento”

Ou seja, estar nesse conformismo é vivenciar ações, pensamentos e comportamentos que não causam nenhum tipo de medo, ansiedade ou risco. É uma zona onde você não se sente ameaçado e que nos impede de viver.

Porque sair desse conformismo?

Estar na zona de conforto te impede de crescer e automaticamente te impedirá de viver. Pessoas determinadas e que alcançam seus objetivos, certamente saíram da zona de conforto e foram atrás daquilo que almejava.

sair da zona de conforto

É claro que não é um crime querer estar em zona de conforto, basta saber se está feliz assim. Isso é uma opção. Agora, se você deseja seu crescimento pessoal e profissional, aprender coisas novas e desenvolver sua capacidade de autoconhecimento, então você precisará, inicialmente, sair da sua zona de conforto.

É possível identificar se sua zona de conforto está atrapalhando sua vida de maneira que não consiga desempenhar suas necessidades básicas, como trabalhar, por exemplo. Por isso, fique atento a alguns sinais, como: autocrítica exagerada, estresse excessivo, falta de motivação, ansiedade crônica, desculpas ou preguiça acentuada na realização de tarefas, negócio estagnado.

Afinal, como sair da zona de conforto?

Sair da zona de conforto não é fácil, porém não é impossível. Basta determinação e muita força de vontade para que o final seja recompensador. E, se caso alguns dos sinais listados acima esteja constante na sua vida e você decida que está na hora de crescer, então nossas dicas irão te ajudar nesse processo:

1 – Aceite os desafios

Aceitar os desafios é o primeiro passo para sair da zona de conforto, isso porque estar nela torna o espaço muito previsível, sabendo o que irá acontecer. O medo do que estar por vir pode atrapalhar você, além de mantê-lo preso em um ciclo vicioso de conformismo.

sair da zona de conforto

Uma maneira de encarar essa nova realidade é não criar expectativas e aceitar as consequências de suas ações. Por isso, inicialmente, arrisque aquilo que você pode perder e, se caso não tenha nada de muito importante a perder, então é hora de selecionar suas prioridades.

Ao contrário do que se pensa, sair da zona de conforto não é arriscar tudo sem medir as consequências ou sair fazendo tudo sem planejamento. Basta começar pelas pequenas coisas, assim se o resultado não for o esperado você terá a chance de recomeçar sem ter sofrido muitos danos.

2 – Tenha opinião

Ter opinião e expressá-la é importantíssimo nesse processo. Desafie-se a falar. Busque entender o que as pessoas acham do seu ponto de vista. Não deixe de esclarecer o que você concorda ou discorda, talvez, uma ideia surge no meio de uma discussão ou em um debate.

sair da zona de conforto

Além disso, se posicionar sobre um determinado tema ou ideia é crucial para mostrar credibilidade às pessoas. Se você é tímido, então temos um ótimo artigo que lhe ajudará a vencer esse obstáculo, pode conferir clicando aqui. Portanto, faça uma pergunta pertinente, comente o assunto e desenvolva seu lado crítico.

3 – Aumente seu ciclo social

Aumentar o clico social possibilitará a você conhecer novas ideias e oportunidades. Experimente conversar com alguém da sua sala ou do seu trabalho com que nunca conversou.

sair da zona de conforto

Comente suas ideias e se interesse por conhecer a do outro. E, isso você pode praticar com qualquer pessoa, por exemplo, com o atendente de uma loja, motorista do Taxi ou Uber, até mesmo a pessoa que sentou ao seu lado no ônibus.

Logo, irá perceber que é capaz de aprender um pouco com cada pessoa com que você se relaciona no seu dia a dia.

4 – Não se limite ao que os outros vão pensar

Geralmente, temos vergonha de admitir que importamos com a opinião dos outros sobre nós. Mas, saiba que reconhecer isso e não ter problemas em dizer, é o inicio do progresso para corrigir o problema.

Segundo o revista “PEGN”, uma pesquisa feita nos EUA apontou que falar em público é o maior medo dos americanos, ultrapassando o medo de morrer ou ficar doente. Ou seja, nada mais é que a preocupação com o que vão pensar de nós.

Por isso, a melhor maneira de sair da zona de conforto é enfrentar os seus medos. Comece pelos menores, quando se sentir seguro parta para os maiores. Faça disso um hábito e quando menos esperar já terá vencido esse bloqueio social.

5 – Saia do lugar comum

Para sair da zona de conforto, é indispensável deixar hábitos que não estavam te acrescentando em nada para trás. Isso inclui os lugares que você costuma frequentar.

Já pensou em fazer aula de dança? Ou um curso de teatro, música, culinária, Yoga? Caso o orçamento esteja apertado, a opção é procurar na sua cidade recursos gratuitos. Você pode se surpreender com os resultados que essas novas experiências podem trazer a você.

sair da zona de conforto

Experimente escutar novas músicas nas quais você não se imaginaria ouvindo. Faça caminho diferente para o trabalho ou faculdade. Tente observar ao máximo as pessoas e a paisagem. Se inspire em cada detalhe do seu dia. Analise os que te fazem bem e tente fazer diferente os que te deixam triste. Você é quem constrói sua vida e o único que tem o poder de mudá-la.

Gostou do artigo de hoje? Conte-nos se você está na sua zona de conforto e comente se as dicas foram úteis para você deixá-la. E, não esqueça de compartilhar o post com seus amigos. Afinal, mudar faz bem e isso vale para todos!

Nos falamos em breve.

sair da zona de conforto

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments