Todos sabemos que a vida é agitação constante. Estamos sempre correndo, seja para chegar no trabalho, para chegar a faculdade, ou correndo para resolver nossos problemas. O fato é que estamos sempre correndo para dar conta de tudo. E o resultado de toda essa movimentação não pode ser outro. Mas então, como relaxar e como diminuir o estresse do dia-a-dia?

Precisar de um dia com 48 horas é uma realidade na vida de muitos brasileiros. Como as jornadas de trabalho são longas, sobra pouquíssimo tempo para resolver outros problemas não relacionados ao trabalho. E onde se encaixa a vida pessoal, a família e o lazer nisso tudo?

Não ter tempo suficiente para se divertir e relaxar é um grave problema da vida moderna. E, não tendo tempo para diversão e relaxamento, os sinais do estresse já começam a aparecer.

O estresse coloca seu corpo em estado de alerta. Em doses baixas (mas baixas mesmo), ele até pode ajudar você a terminar mais rapidamente o seu trabalho, por exemplo. Porém, estar constantemente no modo de emergência, faz com que sua mente e o seu corpo paguem o preço.

Na verdade, precisamos dedicar mais tempo para cuidar de nós mesmos e de nossos afazeres. Afinal, “a compaixão por nós mesmos significa compaixão pelos outros”, já dizia Brene Brown.

Devemos prestar atenção nos desejos mais básicos e simples do nosso corpo para encontrar formas verdadeiras de como diminuir o estresse. Somente assim será possível que ele responda de maneira saudável aos seus comandos.

Abaixo, selecionamos um vídeo do dr. Rafael Raranhani que explica mais sobre o estresse:

Sintomas de estresse

Os sintomas de estresse são variados. Na maioria das vezes, eles são confundidos com sintomas de cansaço e da exaustão.

Abaixo, listamos alguns sinais que o corpo demonstra quando está sob forte estresse:

  • Mudança no apetite;
  • Tensão muscular;
  • Algum tipo de problema de pele;
  • Sensação de desgaste constante;
  • Alteração do sono (dormir demais ou de menos);
  • Formigamento;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Problemas de atenção, concentração e memória;
  • Perda de interesse pelas coisas;
  • Alterações bruscas no humor;
  • Hipertensão;
  • Queda de cabelo;
  • Impaciência;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça frequente.

Causas do estresse

Quaisquer situações de pressão que desencadeiam a alta liberação de hormônios como a adrenalina e cortisol são possíveis causas do estresse. E essas situações podem ser das mais variadas.

Por exemplo, se você está sendo muito cobrado no seu emprego, ou se está passando por um momento difícil em casa, essas são situações de grande pressão emocionalAté mesmo coisas boas pelas quais sonhamos, como comprar um carro novo, comprar uma casa, entrar na faculdade, casar ou ser promovido podem se mostrar como situações estressantes.

como diminuir o estresse

Mesmo que o resultado seja satisfatório para você, no entanto o trajeto até chegar lá é repleto de estresse.

Grandes mudanças na vida podem causar estresse. Assim como problemas financeiros, falta de tempo, crianças e família, dificuldades no relacionamento, trabalho, estudos, tráfego diário, morte de um ente querido, divórcio, prisão, demissão, aposentadoria, gravidez, dentre vários outros fatores.

Porém, fatores internos também podem causar estresse. Pessimismo excessivo, perfeccionismo, pensamentos negativos, expectativas irrealistas, incapacidade de aceitar as incertezas. Tudo isso são sentimentos que alteram seu nível de percepção das coisas e afetam a sua resposta nervosa.

Como controlar o estresse

O estresse se torna perigoso quando é excessivo, quando supera nossa capacidade de adaptação, ou quando persiste por muito tempo. Para saber como diminuir o estresse na sua vida, é necessário identificar quais são as suas causas. Ou seja, quais são os elementos “estressores”, responsáveis pela alta carga de hormônios no seu corpo.

Portanto, quando começar a identificar os sintomas do estresse, pare e reflita sobre o que está acontecendo. Analise a sua vida, seu relacionamento, o seu trabalho, sua família, seus amigos, sua relação com você mesmo, a fim de descobrir o que está te pressionando.

Em seguida, pense em uma alternativa para amenizar esse efeito estressante. E por fim, busque se afastar daquilo que está te trazendo mal.

Além disso, se não descansarmos adequadamente, nossa capacidade de atenção, concentração e tomada de decisão ficarão comprometidas. O estresse não é negativo apenas pelos seus sintomas inconvenientes, mas também por outro efeito no cérebro: a exaustão.

Por isso, aprenda a priorizar o seu bem estar.

Durma bem, cuide da sua saúde, alimente-se de forma saudável, faça atividades físicas, evite substâncias como café, bebidas alcoólicas, tabaco e outras drogas, e, principalmente, não deixe de ter momentos de prazer e relaxamento. Eles são fundamentais para quem quer saber como diminuir o estresse.

12 maneiras de como diminuir o estresse

#1 – Libere os íons negativos

Os íons são moléculas que escoam na corrente sanguínea de todos os seres humanos. Eles ajudam a criar a serotonina, mas ganham carga negativa a partir da natureza.

É por isso que nos sentimos tão surpresos e calmos quando respiramos aquele ar fresco ou tiramos um dia para andar em meio a uma floresta, lago ou perto do mar. Portanto, estar em contato com a natureza certamente ajudará você a refletir e se sentir mais calmo.

#2 – Faça uma rápida corrida

Movimentar-se de forma mais rápida é uma ótima forma de como diminuir o estresse do dia a dia. Por isso, não importa se você correr 100 ou 500 metros, apenas corra. Mesmo que seja em volta do quarteirão.

Este pequeno exercício ajudará você a liberar boa parte da energia negativa que está internalizada no corpo e fará com que você fique menos ansioso, menos estressado e com novas energias positivas.

#3 – Beijar

Uma das formas mais gostosas de como diminuir o estresse, na minha opinião (rs). Vários estudos têm demonstrado que os sentimentos agradáveis gerados através do contato humano são uma das melhores maneiras de combater o problema. O beijo principalmente.

Então, se você puder, abrace alguém em um momento de estresse. Mas é melhor ainda se você puder beijar. Isso porque tanto o beijo quanto o abraço liberam oxitocina, o hormônio da felicidade.

#4 – Invista na limpeza

Limpar ou arrumar um espaço bagunçado podem ser um ótimas formas de como diminuir o estresse. Isso porque limpar significa uma mente organizada e livre de estresse.

Por isso, invista na limpeza ou apenas organize algo em casa ou no trabalho. Ajudar outras pessoas também é extremamente válido nessa situação. Tudo está em suas mãos.

#5 – Gritar

Pode parecer loucura para uns, mas gritar exterioriza o sentimento de frustração de qualquer ser humano.

Claro que você não vai sair gritando na frente de todos no trabalho. Mas se puder dar um grito que seja, no banheiro ou mesmo em casa quando você estiver sozinho, muitas das energias negativas podem sair do seu corpo nesse momento.

#6 – Cantar

“Quem canta seus males espanta”. Pois esse ditado nunca foi tão verdadeiro. E dificilmente existe alguém que não goste de cantar, não é mesmo?

Então, pode colocar colocar aquela playlist marota do Spotify e soltar a voz! Assim como gritar, cantar é uma liberação total do espírito.

#7 – Não se renda

O objetivo do estresse é fazer você se entregar à ele. Uma forma de como diminuir o estresse é fazer exatamente o oposto disso.

Você está se sentindo para baixo ou frustrado com algo? Respire fundo, aperte outras mãos, cumprimente novas pessoas, sorria mais! Você tem vontade de gritar com as pessoas? Respire fundo e tente enxergar que a briga e o estresse de nada ajudarão você a solucionar grandes ou médios problemas.

Quanto mais você praticar o exercício do oposto, mais fácil o estresse deixará seu corpo, dando lugar a um sentimento de compreensão e paz interior.

Tente, você se sentirá orgulhoso de si mesmo.

#8 – Dê uma passo para trás para dar dois para frente

Se por acaso existe alguma atividade ou situação estressante que você passa diariamente, pare e reflita. Tente analisar a situação com frieza para ver o que pode estar dando errado. Às vezes, tomamos uma decisão errada, mas só podemos perceber isso ao parar e analisar.

Por isso, afaste-se, respire e pense. Reflita principalmente sobre as situações que alimentam seu estresse de forma constante. Faça isso sempre que necessário.

Lembre de qual é a finalidade, e depois volte e faça até o fim aquilo que você precisa.

#9 – Saiba dizer “não” a certos tipos de emoções

Nossos pensamentos podem nos levar a situações que chegam perto do que é considerado “loucura”. Esses pensamentos se movem como verdadeiros relâmpagos em nossa mente, e afetam diretamente nosso corpo e nossa disposição.

Ao sentir que seus pensamentos estão tomando conta da sua cabeça pare e diga para si mesmo: chega!.

Essa simples atitude é uma forma eficaz de como diminuir o estresse porque sacode suas ideias e te dá tempo de reavaliar a situação. Isso resolve porque ajuda a relaxar e refletir qual atitude tomar em seguida de maneira mais sábia.

#10 – Esfrie a cabeça

Quando seus níveis de estresse aumentam, consequentemente sua temperatura corporal aumenta também. Nesse caso, abrir a porta da geladeira ou do congelador é uma ótima para quem busca como diminuir o estresse.

Outra forma eficaz para isso pode ser tomar um banho morno ou frio. A água ajuda a relaxar a musculatura e dar aquela sensação de alma lavada. Então, deixe o ralo levar embora toda a energia negativa que você acumulou durante o dia.

#11 – Faça coisas que você gosta

Deixar de lado as coisas que te fazem feliz não é uma boa opção. Mesmo que as tarefas e responsabilidades do dia-a-dia tomem muito do seu tempo, procure tirar um tempo seu.

O esgotamento e o estresse surgem justamente porque ficamos muito tempo fazendo coisas que a gente não gosta e deixamos para lá os momentos que nos fazem relaxar.

Então, dê mais atenção para você. Procure organizar melhor o seu tempo e a sua mente. Quando estiver curtindo, deixe o trabalho e os problemas de lado por um momento. Se não, não há cabeça e nem corpo que aguente.

#12 – Cobre-se menos e comemore mais

Toda pessoa que se cobra demais é um perfeccionista nato. Mas esse excesso de cobrança pessoal é um grande combustível para o estresse.  Isso porque o perfeccionista não consegue enxergar e comemorar suas conquistas e vitórias. Para ele, nada está bom e sempre pode fazer melhor.

Ou seja, quem se cobra demais é uma panela de pressão a ponto de explodir, e é impossível não viver estressado dessa forma.

Portanto, deixe essas cobranças para trás e perceba que você realmente está o tempo todo dando o melhor de si.

Por fim, saiba que o estresse é realmente algo que está tomando conta da vida das pessoas, deixando-as cada vez mais reféns de si mesmo. Por isso, se você quer saber como diminuir o estresse, invista nessas dicas e comece a evitá-lo toda vez que ele bater à sua porta.

Curtiu o post? Então não deixe de compartilhar com os amigos nas redes sociais!

Um abraço e até breve.

 

Este post foi originalmente publicado em 28 de outubro de 2016. Ele foi reeditado e atualizado em 26 de setembro de 2018.

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Por isso, procurar levar uma vida mais leve, equilibrando trabalho e lazer, e dedicando tempo para você mesmo é essencial para reduzir o estresse. […]

trackback

[…] estresse, muitas vezes, é o responsável por acabar com a nossa potência sexual, bem como a depressão e a […]