Todos nós machos sabemos que existem muitos segredos rondando o universo feminino. (Como o porquê de elas irem sempre acompanhadas ao banheiro e as mudanças bruscas de humor que nos deixam atordoados!). Mas um dos grandes mistérios das mulheres é a própria anatomia da vagina.

Então, aqui neste artigo você vai conhecer tudo sobre os órgãos sexuais femininos! Mas não só isso: Você vai aprender como utilizar essas informações para proporcionar a ela um terremoto de prazer e se tornar o melhor cara com quem ela já transou na vida! Vale a pena conferir, não é mesmo?

Então continue a leitura que vamos começar a estudar mais sobre a “caverninha”, a “casinha-do-amor”, também conhecida como vagina!

Conhecendo a Anatomia da Vagina Dela

Como sabemos, é preciso ter muita amizade e intimidade com a nossa mulher para que a relação dê certo. Por isso, que tal ser um amigo mais íntimo da vagina dela também? Pois a falta de conhecimento sobre os órgãos genitais da mulher traz como consequência a insatisfação sexual feminina e o esfriamento da relação. Mas não é isso que queremos, não é mesmo?

Porque nós queremos mesmo é ir bem no jogo do sexo, queremos zerar todas as fases, derrotar todos os chefões e nos tornar os heróis do game, os grandes vencedores! Mas como fazer isso sem saber pegar no controle do videogame? Ou sem saber usar bem todos os botões e funções da manete?

anatomia da vagina

E eu vou te dizer, meu amigo, são muitas funções, viu?! Mas, acalme-se, pois nós vamos estudar uma à uma. E depois dessa super aula do Macho de Verdade, é só testar em casa suas novas habilidades! Nem preciso dizer que a moça vai amar a ideia!

Então… Bora lá?

Introdução à Anatomia da Vagina

Para começar esse ‘aulão’ sobre a anatomia da vagina, lá vai uma pergunta para você: Onde é que se localiza o clitóris da mulher? Se você respondeu na parte superior da vagina, sua resposta está absolutamente…Errada! Isso mesmo, o clitóris não fica na vagina, fica na vulva. Então vamos começar por essa diferenciação:

Anatomia da Vagina: Diferenças entre a Vagina e a Vulva

A Vulva é o órgão externo da genitália feminina, composto pelos pequenos e grandes lábios, a uretra e o clitóris. É a parte, digamos, mais visível. Mas a Vagina é componente da parte interna da genitália feminina. É a parte que só o nosso ‘amigão’ consegue ver! O canal muscular que liga a vulva ao colo do útero. Sim, a vagina é um músculo! E é por isso que ela tem a capacidade de contrair e relaxar, abrigar um absorvente íntimo, um pênis e permitir a passagem de um bebê. Ohhhh

anatomia da vagina

Composição da Vulva

Grandes Lábios: camada de pele mais externa da vulva, que se sobrepõe aos pequenos lábios. Iniciam no monte de vênus (parte mais alta e ‘peludinha’ da vulva) e terminam no períneo (o início da ‘linha’ que leva ao ânus). São recobertos de pelos.

Pequenos Lábios: são duas pequenas e finas abas, às vezes temos de afastar os grandes lábios para visualizá-los. Sem pelos.

anatomia da vagina

Uretra: diferentemente do órgão sexual masculino em que tanto a urina quanto o esperma passam pelo mesmo canal, a urina NÃO sai pela vagina, mas sim pelo orifício abaixo do clitóris e acima da entrada vaginal, a uretra.

Clitóris: órgão pequeno e arredondado que fica na parte superior da vulva, acima da uretra. Você o localizará ao abrir os lábios da vulva, na parte mais alta. O clitóris é o principal órgão do prazer sexual feminino. Ele existe apenas para dar prazer à mulher.

Ele é muito sensível e também responsável pelo orgasmo clitoriano. Assim como o pênis, o clitóris é erétil e pode inchar em diferentes fases da resposta sexual. O clitóris tem 8 mil terminações nervosas, o dobro de terminações nervosas do pênis.

Então, tenha cuidado e carinho, pois, quando excitado, o clitóris fica extremamente sensível. Por isso você deve saber tocar esse órgão dela com os movimentos, intensidade e velocidade adequados para fazê-la gozar sem machucar.

Você pode alcançar esse level hoje mesmo baixando gratuitamente o nosso E-book Como fazer ela chegar ao orgasmo. Basta clicar aqui ou na capa do livro digital e testar tudo com sua parceira. Quem sabe ainda dê tempo de fazê-la ver estrelas hoje mesmo?

anatomia da vagina

Aparência da Vulva

Não existe um único modelo de vulva, mas, sim, vários. Se você já teve mais de uma parceira sexual deve ter constatado isso também. Mas foi possível reduzir toda a diversidade natural dessa espécie magnífica em 3 formatos básicos, são eles:

anatomia da vagina

 

Quando os grandes lábios cobrem totalmente os pequenos lábios e deixam-os escondidinhos.

anatomia da vagina

Quando os pequenos lábios aparecem ligeiramente, dando apenas um olá.

 

anatomia da vagina

 

Quando os pequenos lábios não se aguentam e saem para fora para dar o ar da graça.

Anatomia da Vagina: Parte Interna

Vagina: canal que pode medir de 7 a 12 cm de comprimento. É a ligação entre a vulva e o colo do útero. Consiste num tubo estreito, que tem capacidade de aumentar e diminuir de diâmetro. A entrada da vagina é recoberta por uma membrana chamada Hímen, que geralmente é rompida na primeira relação sexual.

Os primeiros centímetros da vagina são muito enervados, o que deixa a região sensível e proporciona muito prazer para a mulher. Por isso é que o tamanho (do pênis) não é documento: pois a maioria das mulheres sente mais prazer nas proximidades da abertura da vagina do que no fundo.

 Glândulas vestibulares: são duas e estão localizadas na parede vaginal, tendo a função de lubrificar o canal vaginal para o ato sexual. (É realmente uma prova de vestibular descrever a anatomia da vagina!)

Existem outros componentes na parte interna da Anatomia da Vagina. Mas se você quiser saber mais sobre o útero, as trompas de falópio, os ovários e o endométrio, aconselho que consulte algum site sobre biologia. Porque daqui em diante só iremos tratar sobre as partes que dão prazer de verdade a ela! E isso só um Macho de Verdade é capaz de proporcionar!

Pressionando os ‘Botões do Prazer’

Agora nós vamos ensinar os truques e macetes para você entender, de uma vez por todas, como jogar esse jogo do prazer feminino. Mas se você já quiser um rack para se tornar um mestre nesse jogo, a nossa dica valiosa é conhecer o curso Fórmula do Prazer. Pois ao final dele você irá ter em mãos os segredos de como provocar orgasmos de verdade em uma mulher! Clique aqui ou no banner abaixo e saiba mais.

anatomia da vagina

O Orgasmo Clitoriano

Ele acontece com a estimulação do clitóris e normalmente é o mais fácil de ser alcançado. Com o estímulo nessa área por contato contínuo ou vibratório, a mulher pode alcançar o clímax. A sensação pode ser diferente de acordo com o nível de excitação da mulher, a intensidade do estímulo e a duração dos movimentos ali no clitóris.

Então a dica é tocar inicialmente com leveza e em movimentos circulares usando os dois dedos unidos: o indicador e o dedo médio. Mas aos poucos vá aumentando a velocidade e força à medida em que perceber reações de excitação da mulher.

Enquanto ela estiver com os músculos contraídos e gemendo de prazer ela ainda precisa de estímulos. Quando você sentir que ela parou de se movimentar sob você e se mostrou mais calma e relaxada, são indícios de que ela chegou lá! Mas não deixe de perguntar se ela quer mais, pois as mulheres podem ter múltiplos orgasmos.

O Orgasmo ‘Squirt’

Um dos tipos de orgasmos mais apreciados pelas mulheres (e pelos homens, é claro) é o “Squirt” (jorrar). Sim, as mulheres também podem ejacular na hora do orgasmo. Muitos pensam que o fluído seja urina, mas na verdade trata-se de fluidos sexuais que a mulher libera através de dois orifícios, as chamadas glândulas de Skene. Saiba como provocar esse orgasmo transbordante neste outro artigo aqui do Macho de Verdade: Muito mais que ‘molhadinha’: Conheça o Squirt, a verdadeira gozada feminina.

O Ponto ‘G’

A estimulação do misterioso ponto G proporciona um tipo de orgasmo vaginal.

anatomia da vagina

O ponto ‘G’, na verdade, é uma área super sensível na frente da parede vaginal. Para encontrá-lo, o mais recomendado é caprichar nas preliminares – etapa que todo macho deve fazer direito. Depois, com a sua parceira deitada de costas, insira o dedo indicador ou médio na vagina e faça movimentos de vai e vem com a ponta do dedo, passando ele pelo topo da vagina até encontrar uma área mais grossa.

Ela é mais áspera ou enrijecida e, quando você tocá-la, provavelmente a garota vai sentir sensações de prazer. Portanto, continue estimulando a área com os dedos e depois vire a garota de barriga para cima para iniciar o sexo oral enquanto mantém o dedo no mesmo ponto. Ao contrário do clitóris, o ponto ‘G’ pede mais pressão. Mantenha os movimentos de vai e vem constantes e varie a intensidade de acordo com as reações da sua parceira.

Em seguida, estimule o ponto ‘G’ com a penetração. Coloque um travesseiro embaixo dos quadris da sua parceira, pois essa elevação faz com que o ângulo de penetração ajude seu pênis a alcançar o ponto certo. Mas existem também acessórios de sex shop próprios para que você possa masturbar sua gata nessa área.

O Ponto ‘A’

Para as que preferem o ponto de maior profundidade para um orgasmo vaginal, a região a ser estimulada denomina-se ponto ‘A’. O ponto A é a área mais profunda da vagina, e mais próxima do colo do útero.

Para atingi-lo por penetração peniana, é preciso que o homem possua um membro de comprimento suficiente para alcançar o colo do útero ou realize uma posição mais profunda. A extensão do canal vaginal, que vai da entrada da vagina ao colo do útero, varia de mulher para mulher e de acordo com o nível de excitação, podendo medir de 7 a 15 centímetros. Se esse tipo de estimulação do ponto A não for possível com a penetração, existem vários acessórios sexuais especialmente moldados para o estímulo desse ponto e que vocês podem utilizar.

O Ponto ‘U’

Na anatomia da vagina que já mostramos mais acima, o ponto U representa o orifício da uretra na vulva da mulher. Esse é um dos tipos de orgasmos menos explorados.

Para encontrá-lo basta massagear o ponto logo abaixo do clitóris, de forma bem suave, de acordo com as seguintes dicas:

  • Não aplicar muita pressão no local
  • Usar a ponta da língua, a ponta do dedo indicador ou a cabeça do pênis para massagear o ponto U

Anatomia da Vagina e Corpo Feminino

  1. o clitóris possui cerca de 12 centímetros internos. (O que vemos é apenas a ponta do iceberg!)
  2. Ficar sem calcinha faz bem para a saúde íntima da mulher (Então a convença de ficar sem! O que tornará as coisas bem excitantes…)
  3. Durante o sexo…O canal vaginal cresce até três vezes mais
  4. Durante o sexo…O clitóris pode dobrar de tamanho
  5. Durante o sexo…Os pequenos e grandes lábios da vagina se abrem
  6. Durante o sexo…Seios incham, mamilos endurecem e aréolas ficam mais escuras
  7. Durante o sexo…A vagina e vulva ficam mais lubrificadas e até mudam de cor!

Apesar da nossa paixão, nem todas as mulheres são confiantes em relação à anatomia da vagina. Mas nós sabemos que existe todo um contexto que faz o homem se atrair por uma vagina e enxergar muita beleza e formosura ali.

Sobre isso, o blog El Hombre realizou uma enquete muito bacana com os seguidores de sua página. Eles pediram descrições sobre o que seria a vagina perfeita. O resultado foi poesia pura!  Bravo, senhores! Vamos mostrar a primeira, mas você pode conferir o artigo completo deles clicando aqui. Então confira:

1# Tão apertada que ela cerra os olhos quando você entra

“Aquele tipo de vagina que é tão apertada que ela fecha um pouco os olhos quando você está tentando entrar. Sério, a melhor parte do sexo para mim são aqueles primeiros segundos quando você está se apertando tanto para entrar que é como se você estivesse enfiando um monte de pão francês numa fechadura.”

(Blog El Hombre)

Que tal continuar esse jogo inventado por nossos colegas?

 

Deixe aqui seu comentário!

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of