Será que existe algum benefício de manter a carne na alimentação? Atualmente, nós estamos vivendo em um momento que ser vegetariano virou uma febre. Vários benefícios vem sido anunciados aos sete ventos, e alguns até ligam o fato de não comer carne com a perda de peso. Mas essa pode ser uma atitude irresponsável.

Se você decidiu que está na hora de dar uma atenção especial para a sua saúde e busca perder peso, saiba que cortar a carne não vai te ajudar nesse processo. É preciso ver quais são as principais fontes calóricas de cada dieta.

carne na alimentação

Há vários vilões além das carnes, como açúcar, queijos, diversos tipos de carboidratos, entre outros. O que muitas vezes ocorre é que as pessoas cortam grupos alimentares para perder peso e isso compromete o equilíbrio nutricional.

Rodrigo Polesso, especialista em emagrecimento e em Nutrição Otimizada pela Universidade Estadual de San Diego, CA, elegeu quatro motivos pelos quais você deve manter a carne na alimentação, pelo bem da sua saúde, caso deseja perder peso.  

4 – Maior saciedade que carboidratos, legumes e farináceos

carne na alimentação

Alimentos que dão sensação de saciedade são os mais indicados para quem quer perder peso, pois ajudam a segurar a fome até a próxima refeição. São aqueles que precisam de uma maior mastigação, favorecendo a liberação do hormônio colecistoquinina (CKK), que é captado pelo cérebro e recebe uma mensagem de saciedade. As carnes são um desses alimentos.

Por serem alimentos densamente nutritivos, contendo proteínas completas, gorduras saudáveis, minerais e vitaminas, eles nutrem o corpo de forma completa, provendo grande saciedade e regulação do apetite.

Isso acontece porque nós, seres humanos, sempre comemos carne durante toda nossa evolução como espécie, ou seja, elas sempre fizeram parte da nossa base alimentar. Além disso, sua digestão é mais lenta, o que intensifica a sensação de saciedade.

3 – Carnes são as maiores fontes de vitamina B12

carne na alimentação

A grande maioria dos vegetarianos e veganos são deficientes nessa importante vitamina, que, basicamente, está disponível predominantemente em alimentos de origem animal. A carne vermelha tem mais vitamina B12 que a grande maioria das outras fontes.

A vitamina B12 é responsável pela energia e pela melhora da disposição do seu corpo. Se, junto à dieta, você pretende praticar exercícios físicos, a B12 deve ser sua aliada.

2 – Carne não dá câncer

carne na alimentação

Esta é outra concepção errada que foi divulgada por aí, devido a estudos mal conduzidos que comparavam pessoas vegetarianas, que são automaticamente mais conscientes a respeito da saúde no geral, com pessoas que comiam carnes, incluindo as processadas.

Uma meta-análise recente mostra que não existe correlação significante entre o consumo de carnes naturais (não processadas) e câncer. As carnes processadas, porém, é melhor evitar, para o bem da sua dieta e da sua saúde.

1 – Carnes não aumentam os riscos de doenças cardiovasculares e diabetes

carne na alimentação

Ao contrário do que o senso comum sugere, estudos comprovam que não há relação entre o consumo de carnes (não processadas) e doenças cardiovasculares e diabetes. O excesso, porém, deve ser evitado, principalmente da carne vermelha.

Como estamos no clima de aproveitar os benefícios da carne na alimentação, você já viu o nosso mega-post que te ensina a fazer o melhor churrasco da sua vida? Não deixe de conferir!

[epico_capture_sc id=”2101″]

Se você curtiu as dicas desse post, compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of